Ouro Verde – Resumo de hoje: Quarta-feira, 20/11/19

Ouro Verde novela novela da Bandeirantes (Foto: Reprodução).

Ouro Verde: Confira o resumo de Quarta-feira, 20/11/19.

Resumo da novela Ouro Verde – Quarta-feira, 20/11/19

A polícia cerca a entrada da gafieira e tenta acalmar Paula, enquanto Laurentino pede a Bia que tenha calma também, quando chega Miguel, que abraça a filha e troca um olhar com Laurentino. Sérgio, chocado com o que vê na televisão, corre para o computador, dizendo que aquilo não pode acabar assim. Rashne manda um tiro ao ar e o Terrorista ordena a que os convidados se dividam em dois grupos, com homens para um lado e mulheres para outro. Vera diz a Jorge que o ama, mas ele nada consegue dizer, deixando-a triste. Lúcio recebe uma mensagem de telemóvel de um número anónimo a dizer que sabe como pode ajudar e o Terrorista manda Vera recolher os telemóveis, o que ela faz, mas deixando que Lúcio fique com o dele. A polícia cerca o espaço e tanto Laurentino como Miguel tentam acalmar Bia. Miguel vai falar com o Comandante da PSP, dizendo-lhe que tem várias pessoas da família lá dentro, mas o Comandante diz que todas as medidas estão a ser tomadas e que têm, inclusive, dois agentes infiltrados lá dentro.

No interior da gafieira, Lúcio diz, baixinho, a Joaquim para seguir as suas instruções, enquanto Vera entrega os telemóveis a Rashne, que a faz refém juntamente com Tomás, e diz que, se alguma coisa correr mal, eles são os primeiros a morrer e depois todos os outros. Sérgio, ao computador, fala sozinho e diz que já está dentro do sistema da gafieira e procura algo. O clima de nervosismo e terror dentro da gafieira é grande. Rashne diz que vão escolher uma pessoa para ir falar com a polícia e expor as exigências deles, e Jorge oferece-se de imediato para ir ele. No exterior da gafieira, Miguel insiste com o Comandante da PSP por causa das forças especiais, quando Jorge sai do interior da gafieira, de braços no ar, deixando Bia de coração acelerado. Lúcio mexe no telemóvel e o terrorista aproxima-se dele perguntando-lhe o que estava a fazer, ao que Lúcio responde que procurava um lenço e o terrorista diz-lhe que precisa mesmo de um, dando-lhe uma cabeçada que o deixa a sangrar do nariz, mas Lúcio mantém sempre a postura firme. Jorge diz que tem uma mensagem para a polícia e revela que os terroristas querem a libertação de um membro deles que foi capturado há um ano, voltando para o interior da gafieira e deixando Bia em lágrimas. Paula tenta entrar à viva força na gafieira, mas é arrastada pelos polícias, pois ameaça comprometer toda a operação.

Judite chega a casa e, ao ver Sérgio ao computador, pergunta-lhe se já comeu, mas Sérgio diz que ainda não teve tempo. Judite diz que lhe vai fazer uns medalhões de pescada num instante, mas, como Sérgio resiste à ideia, ela tira-lhe o computador da mão, deixando Sérgio muito tenso, a exigir que a mãe lhe devolva o computador. Inês tenta contactar Gonçalo sem sucesso e manda Sol para a cama, quando esta lhe pergunta o que está a acontecer. Inês liga para Bia, que atende a chorar, dizendo que está à porta da gafieira e que tem toda a família lá dentro, deixando Inês em pânico quando esta constata que Gonçalo e António também lá estão. Laurinda conta a Rita que os terroristas tomaram conta da gafieira e têm as pessoas fechadas lá dentro, o que faz Rita desmaiar com o choque. Amanda recebe José em casa e, quando este aponta para a televisão, Amanda vê a notícia do que se passa na gafieira, dizendo a José que o filho dela e a família dele estão lá.Sérgio consegue tirar o computador a Judite e tranca-se no quarto, deixando-a irritada. O clima no interior da gafieira é muito tenso.

Jorge diz aos terroristas para darem água às pessoas, pois se querem negociar é melhor não haver mais mortos, e Rashne e o Terrorista acabam por concordar. Judite dá murros na porta do quarto de Sérgio, chamando o filho de ingrato. Os Agente GOE já se juntaram à PSP e à PJ à entrada da gafieira e decidem forçar a entrada, deixando Miguel preocupado e Bia muito assustada. Paula é levada por dois agentes da Judiciária, reclamando com eles, a quem diz que não a podem prender, pois é mulher de Lúcio e conhece bem os seus direitos, mas eles ignoram-na. Laurinda desperta Rita atirando-lhe água para a cara e Rita, após um chilique, fica aflita por causa dos filhos. Jéssica e Vera distribuem águas, quando a luz volta subitamente e a música desata a tocar em altos berros. Joaquim e Lúcio decidem atacar, Tomás liberta-se dos terroristas e David sai em sua defesa, sendo atingido num braço por Rashne. Os Agente GOE arrombam a porta da gafieira e entram para dentro da mesma. Os Agentes GOE invadem a gafieira e Lúcio e Joaquim atingem mortalmente Rashne e o Terrorista, aproveitando um momento de distração. No meio da confusão, Jorge e Vera beijam-se, mas Jorge decide ajudar Tomás a socorrer David, que está quase a perder os sentidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui