Morre Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19

O cantor estava intubado desde o dia 27!

0
49
Agnaldo Timóteo (Foto: Reprodução/ Internet)

Faleceu hoje no Rio de Janeiro, Agnaldo Timóteo, de 84 anos. O cantor estava internado desde o dia 17 de março na UTI do hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio.

No último dia 27, Agnaldo precisou ter intubado para ser tratado de uma forma mais segura. “É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha”, disse a família em nota.

Carreira de sucesso

Agnaldo Timóteo Pereira, nasceu na cidade de Caratinga, no interior do estado de Minas Gerais, em 16 de outubro de 1936. Desde cedo começou a se envolver com a carreira artística, indo cantar nos circos que vinham se apresentar na cidade.

Na década de 60, mudou-se para o Rio atrás de oportunidades, lá, que conseguiu o emprego de motorista da cantora Ângela Maria. Agnaldo gravou seu primeiro disco em 1961, após indicação da cantora.

Com o LP “Surge um Astro”, emplacou o single “Mamãe” (versão de “La Mamma”, de Charles Aznavour) e começou a participar do programa “Jovem Guarda”. Já na trajetória política, Timóteo foi eleito deputado federal em 1982, pelo Rio de Janeiro.

  • Candidatou-se ao Governo do Estado em 1986, porém perdeu;
  • Em 1994, foi reeleito deputado federal, renunciou dois anos depois para assumir o cargo de vereador no Rio de Janeiro;
  • No ano de 2005, assumiu como vereador em São Paulo pelo Partido Progressista, e também foi reeleito em 2008.