Alexandre Nero comenta sobre a volta e o sucesso de Império

0
39
Alexandre Nero fez muito sucesso na pele do comendador Zé Alfredo Medeiros na novela "Império" (Foto: Reprodução/Globo).

Alexandre Nero, protagonista da novela Império, onde interpretou o famoso “Comendador”, comentou sobre a volta da trama de Aguinaldo Silva e revela curiosidades da sua vida pós a trama de 2014.

Como você recebeu a notícia da volta de Império?

Foi uma surpresa para mim. Tanto tempo depois do sucesso avassalador que foi a primeira exibição de Império, vai ser interessante assisti-la agora em outro momento, em outro contexto de vida. Ainda hoje, não tem um dia sequer que eu não seja chamado de Comendador. A novela teve uma repercussão espetacular, inclusive internacional com o Prêmio Emmy, e para mim foi um marco. Me deu a oportunidade de fazer o meu primeiro protagonista, logo no horário nobre!

Alexandre Nero
Alexandre Nero e Marina Ruy Barbosa em cenas de Império (Foto: Reprodução)

José Alfredo é um personagem querido pelo público, que marcou sua carreira. Conte um pouco como foi dar vida a ele.

As pessoas se encantaram com o Comendador. Mais do que um divisor de águas na minha carreira, ele provocou um verdadeiro tsunami! (risos). O José Alfredo é um anti-herói, capaz de atitudes no mínimo duvidosas, mas que também sabe proteger, ser solidário. É um “casca grossa” de bom coração, eu diria, com os seus defeitos, e talvez isso tenha ajudado a aproximá-lo do público. Tivemos tempo para o processo de transmutar o papel em carne e osso; o olhar, o falar, o andar. Como ele era um homem bem mais velho do que eu, havia também um processo de envelhecimento através da maquiagem, aquele cabelo, o bigode que virou a marca do José Alfredo. Foi uma construção minuciosa até chegarmos ao tom que o personagem ganhou. E a sorte de trabalhar com um elenco maravilhoso, de artistas grandiosos, o que foi fundamental para o sucesso do personagem.

Tem alguma característica ou algo que você aprendeu com José Alfredo que levou para a vida ou para outros trabalhos?

Na verdade, é ao contrário, apesar de muitas pessoas acharem que eu levei comigo algumas características do José Alfredo. Isso é engraçado. Se eu estou de bigode, acham que veio do Comendador, mas o bigode é meu, eu é que emprestei para o personagem. Quando estou de preto é a mesma coisa, mas eu sempre usei preto. Agora, tem uma coisa que eu definitivamente não aprendi – e nem pretendo – com o José Alfredo: ele tinha aquela mania de arrumar a cama minuciosamente e eu continuo não arrumando! (risos)

Quais são suas lembranças mais marcantes da época da gravação?

Foi marcante o alto astral das gravações. O ambiente era de muita afetividade. Foi muito bacana e divertido estar e contracenar com aquelas pessoas.

Atualmente, as novelas são muito comentadas nas redes sociais. Você pretende acompanhar e interagir com o público durante a exibição da edição especial de Império?

Frequento menos as redes sociais hoje em dia, mas acredito, e é apenas uma suposição minha, que o público que acompanha as novelas na TV vai receber com entusiasmo a volta de Império. Nas redes sociais é diferente: a gente sabe que ali é território livre para críticas, brincadeiras, memes, e eu adoro essa liberdade, esse bom humor. Como eu estou gravando a novela Nos Tempos do Imperador, além da criançada de casa, que a gente tem que botar pra dormir e tudo mais, quando der tempo com certeza eu vou assistir e comentar. Quero poder participar das brincadeiras, dessa zoação da internet.