Em edição histórica, Jornal Nacional detona Bolsonaro

0
57
Jornal Nacional
Jornal Nacional em edição histórica (Foto: Reprodução).

Em vídeo divulgado por Celso de Mello, ministro do STF, sobre o conteúdo da reunião ministerial realizada no dia 22 de Abril, a TV Globo mostrou com ampla cobertura o caso. À tarde, a emissora já inicia o “Plantão Globo”, que trouxe expectativas do que seria o Jornal Nacional.

Ao abrir o principal Jornal do país, Bonner enfatiza:  “O que aconteceu na reunião de abril, o que foi dito e por quem, você vai ver ainda nessa edição do ‘Jornal Nacional’ que começa com o noticiário sobre o que é mais importante: as vidas em risco na pandemia de coronavírus”, disse.

Em críticas pesadas aos governadores estaduais, o Jornal Nacional destacou com ênfase o destempero de Bolsonaro ao se referir a governadores e prefeitos. Principalmente, ao utilizar termos como “bosta e estrume”. 

O vídeo liberado pelo ministro Celso de Mello tem pouco menos de duas horas. Foi uma coleção de palavrões, vocabulários chulos e desrespeitos com outras autoridades. Pelo menos 37 palavrões foram ditos. Oito pelos ministros. 29 só pelo presidente Bolsonaro, sempre antes de fazer um ataque a governadores, prefeitos ou outros políticos que o presidente considera adversários ou para tentar desqualificar a imprensa”, enfatizou Renata.

Cobertura do Plantão Globo – STF libera vídeo

Audiência de TV
Plantão Globo (Foto: Reprodução).

O Plantão Globo virou sinônimo no Brasil que, quando exibido, é que alguma bomba virá à tona. A TV Globo interrompeu sua programação na tarde de ontem, para informar ao telespectador que o ministro Celso de Mello, havia liberado o vídeo sobre a reunião ministerial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code