Dono de afiliada da Record TV na Paraíba, diz que jornalistas deveriam ser “apedrejados na rua”

0
73
Roberto Cavalcanti, dono do Sistema Correio de Comunicação (Foto: Reprodução).

O dono do Sistema Correio de Comunicação, Roberto Cavalcanti, no estado na Paraíba, causou bastante polêmica em uma entrevista em um de seus conglomerados de comunicação no estado. Roberto Cavalcanti, sugeriu que jornalistas que divulgassem casos de Covid-19, deveriam ser ‘apedrejados’.

“Tem determinadas emissoras que ao darem o placar de quantos morreram no País naquele dia parece um gol da seleção do Brasil: ‘Hoje batemos dez mil, batemos recorde!’. Isso é uma vergonha, é um País que deveria ter vergonha cara. Um radialista, um jornalista que fizesse um negócio desses deveria ser apedrejado na rua”, disse o empresário.

Após tomar ciência do que falou, o empresário pediu desculpas: “Na verdade, eu descarrego esse meu silêncio de 62 dias para hoje. Talvez me exaltei, peço desculpas. A minha forma de conduzir no dia a dia é da parcimônia, de agregar, de conquistar, mas têm momentos em que você assiste ao assassinato de pessoas, ao assassinato de empresas. Isso não é possível. Não é possível que o Brasil não se revolte contra isso e deixe de lado o problema de ser de um lado ou de outro da política. Já falei demais, peço perdão mais uma vez”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code