Doja Cat é acusada de racismo!

Internautas alegam que a cantora participava de chats com grupos de extrema-direita e considerados racistas.

0
264
Doja Cat no clipe de Say So. (Imagem: Reprodução/ Youtube).

Nesta sexta-feira (22),a web ficou em polvorosa ao descobrir supostos registros de participações da cantora Doja Cat em grupos de extrema-direita e considerados racistas.

+ Vanessa da Mata é detonada na web ao sugerir que brasileiros guardem 30% do salário

Em prints antigos que circulam na web, a cantora  aparece, supostamente,  em um desses grupos sob o nome de “Momfuckerboss”. Em uma conversa que seria entre um internauta e um dos membros destes grupos, é dito que Doja costumava “fumar e relaxar” nos chats. A rapper também é definida como uma troll: “Ela costumava mostrar o vibrador dela na câmera”, contou o internauta.

Além da suposta participação da cantora em chats com grupos de extrema-direita, também é atribuída a Doja, a música “Dindu Nuffin” que se trata de uma expressão ofensiva que se refere a negros como criminosos.

A dona do hit “Say So” é uma figura polêmica e em 2018 já havia  sido acusada de ser homofóbica após internautas resgatarem tweets antigos onde a cantora usava linguagem considerada desrespeitosa com a comunidade LGBTQ+. Na época, Doja se defendeu dizendo que as postagens foram feitas quando ela estava no ensino médio.

Apesar de o nome da cantora já estar entre os assuntos mais comentados do Twitter no mundo, Doja Cat, que ainda ontem havia criticado Lana Del Rey que também foi acusada de racismo, até o momento não se pronunciou sobre o assunto.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code