Danilo Gentili deu um cala-boca nos seus críticos

Flávio Ricco.

Se no começo existiam sérias desconfianças –inclusive desta própria coluna– sobre o bom funcionamento do “Agora é Tarde”, do Danilo Gentili, agora se verifica que tudo aconteceu de maneira diferente. O programa pegou. Foi um cala-boca na maioria.

É um dos principais sucessos, inclusive de audiência, de toda a grade da Band. O Danilo se mostrou, antes de mais nada, um trabalhador. Muito do que está aí se deve à sua garra e perseverança. Existe a parceria com a Cuatro Cabezas, mas o que diretamente diz respeito ao programa, desde o primeiro dia, gira em torno do seu próprio esforço, contando, claro, com o apoio de uma boa equipe.

Quando surgiu a ideia deste talk show, logo se colocou em questão que seriam inevitáveis as dificuldades da produção, para convencer os seus possíveis participantes. Hoje, depois que a ficha caiu, constatamos que o bicho não era tão feio como parecia. É quase uma obrigação reconhecer, está tudo caminhando da melhor maneira possível.

Comentar sobre