Crise sem fim: Cruzeiro perde 46 milhões de reais por causa da pandemia

0
116

O Cruzeiro atravessa a pior crise financeira da história do clube e também do futebol brasileiro. Atolado em dívidas e sem nenhum real de receitas, a situação do cabuloso beira a falência. Já não bastasse o cenário terrível que o time mineiro vem vivendo, a pandemia do covid-19 só piora mais ainda a situação.

Em matéria divulgada essa semana pelo globoesporte.com o ex líder do comitê de gestão transitória afirmou em entrevista que por causa da pandemia que o mundo passa o Cruzeiro deixou de faturar quase 50 milhões de reais com venda de jogadores.

Os jogadores a qual o ex mandatário se refere trata-se dos atletas Cacá e Maurício, ambos criados nas divisões de base do clube celeste. Segundo Saulo Fróes, a proposta por Maurício era de aproximadamente 25 milhões de reais, o que seria um alento e tanto para o cambaleado cofre cruzeirense. O dirigente não revelou qual seria o clube interessado na aquisição dos jogadores.

Audiência de TV

Devido a má gestão, o cruzeiro no ano de 2019 chegou a rejeitar uma proposta advinda do Manchester City da Inglaterra. Além disso o clube também recursou diversas propostas pelo zagueiro Cacá. Os interessados seriam o Athletico Paranaense e outra do CSKA de Moscou na Rússia ambas no valor de 21 milhões de reais pelos 60% dos direitos econômicos que o clube detém.

Audiência de TV

As vendas poderiam representar um alívio no clube, com esse dinheiro poderia ter sido evitado a perca de 6 pontos devido a dívidas não pagas na aquisição de vários jogadores que o cruzeiro fez na gestão do ex presidente Gilvan Pinho e Wagner Pires de Sá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code