Agradecimentos e despedida ADTV!

Se nascemos, crescemos, reproduzimos e morremos, qual o sentido da vida?
A hora da despedida do ADTV – Audiência de TV – Últimas noticias pra você chegou. A equipe do blog têm muito à agradecer os milhares de internautas – fãs e curiosos – que fizeram parte dessa história – da nossa história. Foram exatamente 4 anos, 6 meses e 18 dias dedicados à vocês e atingimos mais de 20 milhões de visitas ao longo de nosso funcionamento, mais de 30 mil publicações, quase 25 mil comentários aprovados, dezenas de textos exclusivos e milhares de e-mails recebidos.
Desde o início o ADTV se destacou pela agilidade, dedicação, objetividade, clareza, respeito e sempre transmitindo qualidade incontestável. Foi aqui que muitos colunistas que estão em ativa hoje em outros blogs começaram e aprenderam a informar.
Sempre estivemos muito motivados para continuar trabalhando (mesmo que de forma voluntária) com o intuito de informar.
Foi muito bom enquanto durou. Nossa marca ficará eternizada!

(Nosso trabalho não será excluido, ficará disponível para que sirva de inspiração para novos talentos. )

O sentido da vida é esse, nascemos, crescemos, reproduzimos e deixamos nossos frutos…
Obrigado. 
Paraná, 1 de agosto de 2012.
A equipe.
Se você desejar entrar em contato conosco – [email protected]
OBS. Não entre em contato para pedir que doemos o site. Isso daqui foi construído com muito esforço para ser simplesmente doado a qualquer um. Se você tiver interesse no nosso domínio que possue excelente visibilidade no Google, faça uma proposta por e-mail.
Você pode continuar acompanhando os trabalhos do dono do ADTV – (diversos assuntos) – Política, economia, internacional, cidades, entre outros; acesse: http://alanjuniordequeiroz.blogspot.com.br/


————————————————————–

Produções exclusivas ADTV! que fizeram sucesso, assista!

Documentário “ISSO NÃO É O FIM” sobre HIV e AIDS

Globo/SBT/Record – Afinal,de que lado você está ?

A Fantástica morte de Silvio Santos 
MST, mocinho ou vilão do Brasil 
A guerra ‘nada’ santa dos líderes religiosos

Comentar sobre